Tecnologia: como ela vai salvar o varejo

Estima-se que nos próximos anos 25% dos shoppings center dos Estados Unidos fecharão as suas portas. Mas será que as lojas físicas vão morrer? Descubra abaixo como a tecnologia pode salvar o varejo.

Que os e-commerces estão crescendo todo mundo sabe. Atualmente, se a pessoa quiser realizar uma compra não precisa nem se preocupar em sair de casa: tudo está a poucos cliques.

Esse novo consumidor conectado — que está constantemente fazendo comparações de preço e adquirindo produtos pelo smartphone ou computador — faz com que algumas pessoas prevejam a morte das lojas físicas. Um levantamento realizado pelo banco Credit Suisse, por exemplo, estima que de 20% a 25% dos shoppings centers dos Estados Unidos fecharão até 2022.

A loja física vai acabar?

Dados como esse deixam os varejistas alertas. Mas a pergunta é: Será que de fato a loja física deixará de existir, sendo completamente substituída pelo e-commerce? A resposta é não. As lojas físicas sempre vão existir, apesar de todo esse novo cenário. Porém, precisam urgentemente se reinventar, para que não façam parte dessa estatística negativa. A tecnologia será uma grande aliada na missão de reinventar (e salvar!) o varejo.

O sucesso das lojas virtuais não se dá apenas pela comodidade oferecida para o cliente. A partir do momento que o consumidor está conectado, deixa "rastros" dos seus hábitos de consumo. Isso faz com que o empresário das lojas virtuais tenha acesso a informações relevantes que o auxiliam na melhoria de suas plataformas. Os resultados são e-commerces constantemente atualizados e calibrados para atenderem as necessidades do comprador.

Essa análise, possível graças à tecnologia, também deve existir no varejo físico. É apenas prestando atenção nesses detalhes que o empresário verá a suas lojas não apenas sobrevivendo, mas também prosperando.

Assim sendo, confira algumas ações que o varejo físico pode adotar para usar a tecnologia a seu favor.

Usar a tecnologia para analisar o ponto

Os gerentes dos e-commerces analisam constantemente os hábitos dos seus consumidores no site. Assim, com determinadas ferramentas é possível fazer testes A/B, observar quais páginas são mais visitadas, quais são as dificuldades na hora do checkout, etc.

Inclusive, o varejista também deve fazer o possível para adquirir informações desse tipo. Com o auxílio da tecnologia pode ver quais são as áreas da loja que os clientes preferem, quais são as vitrines que mais atraem o consumidor, etc.

Analisar os horários de pico

Na internet, é possível entender quais são os horários do dia em que o site mais recebe visitas. Essa informação também é relevante nas lojas físicas! Ao analisar os momentos do dia em que os consumidores estão mais ativos é possível preparar os vendedores para oferecer um atendimento de primeira.

Ações de marketing que aumentam a conversão

No digital é fácil rastrear quais são as campanhas de marketing que levam o consumidor até a loja. O varejista físico também deve ter esse cuidado. Em vez de simplesmente fazer ações de marketing no "feeling", precisa ver de perto quais são as atividades que aumentam a conversão e o ticket médio das compras.

Gestão de estoque eficiente

Os vendedores costumam saber intuitivamente quais são os tamanhos, cores e modelos que mais vendem na sua praça. Porém, com o auxílio da tecnologia, é possível analisar essas informações com muito mais precisão. Isso garante um estoque eficiente, que funciona perfeitamente bem para a região da loja.

Entender que não existe mais diferença entre loja física e virtual

O novo consumidor não vê mais diferença entre a loja física e a virtual. Portanto, fazer essa separação no seu negócio só vai trazer estranheza para o comprador. É preciso entender, dessa forma, que os compradores são "fígitais". Isto é: circulam entre o meio físico e digital livremente.

Se você quer que a sua loja física prospere, precisa analisar a possibilidade de ela também estar online. Todos esses canais, como resultado, fazem parte de uma mesma coisa: a marca. Portanto, invista na presença digital. Mesmo que o consumidor finalize a compra na sua loja física, ele precisa ter a liberdade de te encontrar digitalmente.

Sendo assim, apesar das grandes mudanças que a tecnologia traz, existem diversos benefícios que os varejistas devem aproveitar para atrair e fidelizar mais clientes.

Com o intuito de ficar por dentro de outras novidades, acompanhe as nossas redes sociais!
Estamos sempre trazendo informações relevantes para crescer o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *