A neurociência na jornada de compra do consumidor: podcast com a Social Miner

 

A neurociência tem como objetivo entender o funcionamento cerebral e integrar esse estudo com questões ligadas a emoções e memória. Pode parecer que essa ciência está bastante distante da jornada de compra do consumidor, mas a verdade é que esses assuntos estão muito alinhados.

Vamos pensar um pouco mais. Antes de fazer a compra em um e-commerce, por exemplo, a pessoa costuma pesquisar o produto a ser comprado. Esse comportamento pode ser estudado e a neurociência consegue identificar alguns padrões, e até mesmo estratégias, que ajudam para que aquele consumidor faça a sua escolha de compra. 

Após isso, existe todo o processo de espera do produto, satisfação na entrega ou insatisfação, que levará o consumidor ao estágio do pós-venda, onde outras emoções estarão envolvidas.

Imagine que o consumidor fez uma compra e não gostou do produto. Naquele momento, ele resolve fazer o pedido de devolução. Já frustrado com o ocorrido, ele ainda se depara com vários procedimentos até conseguir concluir a solicitação. Ligação para o SAC, formulário enorme, espera e mais espera para um retorno e resolução do problema. Só nesse processo o consumidor já teve uma outra visão da marca e muito provavelmente não irá querer mais comprar com ela. Isto é, temos o exemplo de uma péssima experiência de compra.

Já por outro lado, se a empresa oferecesse uma plataforma de trocas e devoluções, onde o consumidor se autoatende, oferecendo ainda condições especiais como vale-compras, com certeza a experiência mudaria completamente a forma que o consumidor vê a marca.

Esses comportamentos e estratégias podem ser estudadas pela neurociência, por exemplo.

Quer saber mais como essa ciência pode impactar o marketing da sua empresa e a forma que as pessoas vêem o seu negócio?

Acompanhe o podcast com a neurocientista Bianca Almeida, da Social Miner.

 

Posts recentes

Glossário

GlossárioO varejo online é cheio de termos específicos  e, muitos deles, em inglês.Pra você não ficar de fora de nenhuma novidade, preparamos este glossário, onde você pode pesquisar facilmente a maior parte dos termos e

O cliente tem sempre razão?

O cliente sempre tem razão? “O cliente tem sempre razão”. Essa é uma máxima que está enraizada na nossa cultura e faz parte do discurso de muitos consumidores e gerentes. Por ser dita com tanta