pessoa da terceira idade

Terceira idade no e-commerce: como conquistá-los? 

A terceira idade está cada vez mais online. Com vontade de experimentar e poder aquisitivo para comprar, este é um público muito atraente para o mundo online. Continue lendo e entenda como se apartar para trazer a terceira idade para o seu e-commerce.

 

Como o isolamento social é fundamental neste momento, principalmente para os idosos que fazem parte do grupo de risco da COVID-19, muitos precisam ficar longe dos seus avós por enquanto. Mas isso não significa se afastar emocionalmente. O carinho da família, mais do que nunca, é necessário e com uma ajudinha da tecnologia muitos avós têm a oportunidade de se aproximar dos netos e além disso, de desenvolver novos hábitos.

 

Com o Dia dos Avós se aproximando, essa não só é uma oportunidade para os e-commerces lembrarem os netos de presentearem seus avós, mas de pensarem em como atingir o público idoso que está cada vez mais por dentro das tendências. Este público vem se conectando e buscando se adaptar às novas tecnologias. Segundo um levantamento feito pela rede de hipermercados Extra, o número de consumidores acima de 60 anos quintuplicou no e-commerce desde o início da pandemia. É um nicho que tem demanda e precisa ser suprido, e por que não no seu e-commerce?

 

Mas antes de aventurar-se é preciso entender o público, por isso trouxemos algumas dicas para você que está querendo entrar nesse novo mundo e trazer a terceira idade para dentro do e-commerce. 

 

Fortaleça a atenção e confiança

O público idoso pode até estar mais moderninho, porém não podemos esquecer que o digital ainda é uma novidade para muitos deles, portanto eles procuram alguma familiaridade com algo que eles conheçam. Se seu e-commerce vai se voltar para o público idoso não deixe de investir uma relação high-touch e bem explicativa.

 

Sabemos que nem sempre é possível tem uma relação super próxima e personalizada com os seus clientes, mas é aí que você precisa desenhar bem a experiência do seu usuário. Lembre de informar em todas as páginas os dados da empresa, como CNPJ, endereço, formas de contato e selos de segurança. Um chat online para tirar as dúvidas dos clientes também facilita essa relação (se for um chat eficiente, nesse caso talvez não seja ideal o uso de chatbots). Além disso, é muito importante manter o cliente informado durante todas as etapas da venda e pós venda. Dessa forma, é possível diminuir a ansiedade do seu consumidor.

 

Design simples e fácil de entender

Aplicar técnicas de UX Design é regra para esse público. Ícones grandes, mensagens claras, botões intuitivos e CTA’s destacados precisam estar presentes no seu layout. Para deixar o processo mais simples e dinâmico, reduza o número de cliques necessários para finalizar a compra e também reduza os formulários. Pesquisas mostram que os usuários mais velhos tem uma certa dificuldade com formulários complexos e cheios de regras. Peça apenas informações necessárias, com linguagem clara e sem muitas restrições de formato.

 

Se mantenha no básico, com uma linguagem bem explicativa e que não dê espaço para interpretações ambíguas, e você conseguirá conquistar esse público com muito mais facilidade. 

 

Garanta a troca facilitada

Se tem algo que existe desde os primórdios do varejo são as trocas e devoluções. Grande parte dos consumidores sabem que é um direito seu trocar e devolver itens, mas no digital isso pode ficar confuso, especialmente para o público da terceira idade. Por isso deixe claro que a troca é simples de fazer. Para isso é bom contar com um sistema bem estruturado, com uma boa política de troca e devolução e um sistema automatizado com mensagens claras para realizar a solicitação. Mas não se esqueça: não impeça o cliente de entrar em contato com alguém da sua equipe caso ele não consiga fazer a solicitação sozinho. 

 

Forneça informações completas

Coloque imagens nítidas e de vários ângulos, vídeos dos produtos, descrições detalhadas e até mesmo dicas de como usar. A atenção deve ser redobrada quando se trabalha com o público da terceira idade. Se aproximar do cliente aumentam as chances de conversão. 

 

Avaliações e recomendações de outros clientes são bem importantes também. Isso aumenta a confiança do cliente na marca e na compra que está fazendo, diminuindo a compra errada.

 

Evite grandes mudanças

Evite fazer grandes mudanças no seu site. Pessoas com mais idade tendem a criar uma rotina e até mesmo anotar o caminho que devem seguir dentro do site para fazerem uma compra. Grandes mudanças tiram essa segurança do familiar e isso pode afetar na decisão de compra da pessoa de terceira idade no e-commerce.

 

 

Vale a pena destacar que os consumidores jovens de hoje serão os idosos de amanhã. Nos próximos anos a internet tende a ganhar cada vez mais usuários mais velhos, por isso sua loja deve estar preparada para todos os visitantes. Construir um site que é responsivo e voltado para a experiência do usuário é bom para todas as idades e para sua conversão. 

Sua loja está adaptada para a experiência de todos os usuários? A terceira idade está no seu e-commerce? Conte aqui nos comentários!

Posts recentes

Terceira idade no e-commerce: como conquistá-los?

Terceira idade no e-commerce: como conquistá-los?  A terceira idade está cada vez mais online. Com vontade de experimentar e poder aquisitivo para comprar, este é um público muito atraente para o mundo online. Continue lendo

Dia do Orgulho e Inclusão LGBT+ nas empresas

Dia do Orgulho e Inclusão LGBT+ nas empresas A comunidade LGBT conseguiu levar a luta pela inclusão e pela diversidade ao ambiente corporativo e diversas empresas no mundo todo estão levantando essa bandeira. Mas apesar

Redes sociais e e-commerce: por onde começar?

Redes sociais e e-commerce: por onde começar? Que as redes sociais são essenciais para qualquer negócio não é novidade para ninguém (ou não deveria, caso você tenha um e-commerce). Mas mesmo com toda essa popularidade